segunda-feira, 29 de junho de 2009

How do you describe a feeling?

I guess I could describe whatever I want!

"How does it feel in my arms?
How does it feel in my arms?
Do you want it? Do you need it?
Can you feel it? Tell me!
How does it feel in my arms?"


Secador, maçã e lente.


Uma das minhas músicas favoritas! Eu me divirto com cada uma das interpretações que já tive dela. Quem nunca me ouvir responder: “pode ser que sim, pode ser que não, pode ser que tudo aconteça”?

E é verdade, não é?


Secador, maça e lente

Érika Machado


Pode ser que sim

Pode ser que não

Que tudo aconteça

Como aconteceu com um amigo de um amigo meu

Ele só tinha coragem de comer maçã

E só comia a metade para emagrecer

Ele não podia molhar porque

Seu cabelo não era a prova d`água

Toda vez que ele molhava enrolava

Sua lente fazia diferente

Não podia abrir um olho embaixo d"água

E dessa forma ele vivia alegremente

Secador, maçã e lente

Secador maçã e lente

Ê vida à toa

Êêêêêêêê ah...






domingo, 28 de junho de 2009

Férias!

Tenho um mês para matar a saudade dos amigos, ler livros por prazer, escutar a mesma música zilhões de vezes.

Um mês para organizar o que escrevi desenfreadamente. Mês para Bloguear, Orkutar e aprender a usar Twitter e Facebook.

Um mês para acordar quando o sono acabar e dormir quando os olhos fecharem. Um mês para ter tempo de arrumar a casa, tempo para cozinhar e fazer compras sem pressa.

Um mês para ir ao médico, fazer exames e escolher a academia.

Um mês para conseguir atualizar o meu endereço.

Um mês para sentir falta dos meus alunos e dos meus amigos do serviço. Mas é um mês também para ter idéias de novos games, fazer extra exercises e ansiar o que me espera no próximo semestre.

Um mês inteiro para comer brigadeiro na panela assistindo a aquele filme de Sessão da Tarde que, ao menos a mim, ainda faz chorar.

Um mês para chorar se for preciso. Um mês para sair à busca de carinho se quiser.

Um mês para morrer de rir. Farrear, descansar, me divertir. Um mês de férias :D

sexta-feira, 26 de junho de 2009

Nada sutil.

De repente:


- "Quando eu estiver fogo, suavemente se encaixe." - sugeriu ele com jeito.


Alguns dias depois...


- "Quando eu estiver triste, simplesmente me abrace." - disse ela e nada mais aconteceu.


Subitamente se afaste!


sexta-feira, 19 de junho de 2009

Is someone fixing me?


Fix You

Coldplay


When you try your best but you don't succeed

When you get what you want but not what you need

When you feel so tired but you can't sleep

Stuck in reverse

And the tears come streaming down your face

When you lose something you can't replace

When you love someone but it goes to waste

Could it be worse?

Lights will guide you home

And ignite your bones

And I will try to fix you

And high up above or down below

When you're too in love to let it go

But if you never try you'll never know

Just what you're worth

Lights will guide you home

And ignite your bones

And I will try to fix you


(Happy guitar’s time!)


Tears stream, down your face

When you lose something you cannot replace

Tears stream down your face and I...


(Crying time)


Tears stream, down on your face

I promise you I will learn from my mistakes

Tears stream down your face and I...

Lights will guide you home

And ignite your bones

And I will try to fix you.



sábado, 13 de junho de 2009

What a wonderful world!

Somewhere Over The Rainbow


Somewhere over the rainbow

Way up high

And the dreams that you dream of

Once in a lullaby

Somewhere over the rainbow

Blue birds fly

And the dreams that you dream of

Dreams really do come true

Someday I'll wish upon a star

Wake up where the clouds are far behind me

Where trouble melts like lemon drops

High above the chimney top that’s where you'll find me

Oh somewhere over the rainbow blue birds fly

And the dreams that you dare to, oh why, oh why can't I?

Well I see trees of green and

Red roses too,

I'll watch them bloom for me and you

And I think to myself

What a wonderful world

Well I see skies of blue and I see clouds of white

And the brightness of day

I like the dark and I think to myself

What a wonderful world

The colors of the rainbow so pretty in the sky

Are also on the faces of people passing by

I see friends shaking hands

Saying, "How do you do?"

They're really saying, I... I love you

I hear babies cry and I watch them grow,

They'll learn much more than

We'll know

And I think to myself

What a wonderful world

Someday I'll wish upon a star,

Wake up where the clouds are far behind me

Where trouble melts like lemon drops

High above the chimney top that’s where you'll find me

Somewhere over the rainbow way up high

And the dreams that you dare to, why, oh why can't I?



sexta-feira, 12 de junho de 2009

Faço questão!


Eu sei que ele sabe do que sei.

É fato! É sabido aqui e é sabido lá.

Não vou me dar o trabalho de explicar!

Eu sei!

Eu sei o que quis.

Sei o que quer.

Sei o que não quer.

Sei da minha culpa.

Não sei o que querer.

Como querer.

Se querer ou não querer.

Então já quis!

Não tem questão...

Sempre tenho mais uma questão.

Faço questão!

Quero mais.

Não quero nada!

Hum... Quero muita coisa.

É sabido!

A gente finge que não.

Acaba deixando pra lá.

Oportunidades não faltarão.

Quem falta?

O que falta?

A gente briga.

Ela implica.

Ele nem liga.

A outra?

Lombriga!

Récorde batido.

Desejo invertido.

Eu sei...

Ele mais ainda.

A gente sabe.

Paramos.

Elas não têm nada a ver com isso!

Nem eu!

Nem ele...

Quem tem?

Continuamos!

Um pára, pára, continua que faz rir.

Ele me tira a voz.

Palhaços servem só para fazer sorrir.

Lenda. Hahaha!

Com gosto.

Sem gosto.

Gostoso!

Ui...

De tudo o que sei.

Nada mais é sabido.

Quem sabe?! (com um sorriso de canto e um limão do lado)



quarta-feira, 10 de junho de 2009

Apaixonada por torcidas de futebol.

Explicando o fenômeno de prosódia:

- Fogo com alegria? Fogo, Fogo, Fogo!

- ...

Alguns dias depois...

- Gostou da minha interpretação alegre para Fogo?

- ?

- Durante a apresentação do trabalho...

- Ah! - Respondeu o amigo Flamenguista.

- Não ficou bravo. Ficou?

- Ah...

- Te conto que eu sou muito mais Fluminense! - Disse antes mesmo que ele falasse.

- Hum...

- Adoro aquele pó de arroz!

- O que?

- O pó de arroz da torcida do Fluminense...

- Hãn?

- Ah! Deixa...